Tratamento feminino

O tratamento feminino para dependência química ou alcoólica é feito em clínicas especializadas em pacientes desse gênero.

Apesar de a maior parte das pessoas ainda associar a dependência dessas substâncias aos homens, o uso delas entre as mulheres cada vez cresce mais a cada ano que passa.

A mulher costuma ser levada a fazer uso de substâncias que levam a dependência por questões emocionais, seja por sentimento de culpa, depressão ou angústias a respeito da vida.

Muitas acabam fazendo uso de remédios para controlar as alterações de humor, como os antidepressivos, e acabam também entrando em uma enorme dependência das substâncias.

As mulheres possuem uma dificuldade muito maior em assumir abertamente que fazem uso de substâncias psicoativas e que necessitam de ajuda.

Isso tem muito a ver com a questão do julgamento e da penalização que o gênero sofre dentro da sociedade.

Quando as mulheres buscam por auxílio, ou são colocadas em clínicas pelas famílias, um dos maiores temores que elas possuem é de sofrerem humilhações e violações por parte dos homens, devido a situação de fragilidade em que se encontram.

É por isso que o surgimento de clínicas de recuperação para tratamento feminino, contando exclusivamente com mulheres no local, é uma tendência de crescimento por trazer mais conforto e segurança as pacientes.

As mulheres e a dependência química

As mulheres possuem fatores, como é o caso da sua estrutura fisiológica, que tendem a torná-las muito mais vulneráveis às substâncias químicas.

Por conta disso, as complicações e os efeitos, negativos e agressivos, dessas substâncias costumam surgir muito mais cedo no organismo das mulheres, que sofre uma maior instabilidade.

Elas podem ser levadas ao uso de álcool e drogas por conta da pressão que sofrem para serem fisicamente belas ou ainda para serem perfeitas como mães e trabalhadoras.

Além disso, ainda conta o fator de que muitas entram nessa problemática ainda jovens, por indução doméstica ou ainda por parte de um companheiro.

Após um determinado período de uso abusivo de substâncias químicas, as mulheres apresentam, muito mais cedo do que os homens, o desenvolvimento de doenças psicopatológicas, como a depressão e a ansiedade.

Ainda surgem doenças físicas que atacam o organismo, como a cirrose, os problemas renais, a pancreatite e as doenças neurológicas, como Alzheimer.

A expectativa média de vida da mulher que é dependente de algum tipo de substância química tende a cair em até 15 anos.

Caso o uso de drogas e álcool aconteça durante o período da gestação, isso pode ter um impacto negativo sobre o desenvolvimento do feto, o que pode levar à má formação ou ainda ao surgimento de problemas no bebê como convulsões

Tudo isso mostra como o impacto da dependência de drogas ou álcool para as mulheres pode ser extremamente prejudicial.

Clínica de Recuperação Feminina

As mulheres que são dependentes químicas tendem a recusar tratamento por medo do preconceito que podem sofrer, tanto na sociedade quanto na própria clínica, quando são internadas em locais com pacientes homens.

É por isso mesmo que visando trazer às mulheres um maior conforto e mais segurança, as clínicas de recuperação hoje contam com unidades que são voltadas exclusivamente para o público feminino.

Isso permite que as mulheres possam estar tratando-se longe dos estereótipos que são criados pelo machismo, e que podem comprometer a saúde da mulher e a segurança delas.

Os resultados mostram que as mulheres que são dependentes e que buscam tratamento em clínicas especializadas no público feminino tendem a obter apenas vantagens no final do período de internação.

Encontre as melhores clínicas de recuperação feminina do Brasil

As clínicas devem ser especializadas no atendimento feminino

Outro ponto importante para que haja um tratamento feminino especializado nessas clínicas é porque ele permite que as mulheres possam ser tratadas de forma adequada de acordo com as suas características.

Como bem se sabe, as mulheres estão muito mais propensas a desenvolverem alguns tipos de doenças de cunho emocional pelo uso de substâncias químicas, como a bipolaridade, a ansiedade e a depressão.

Essa combinação acaba levando a paciente a sofrer com um quadro muito mais instável e que pode trazer mais complicações quando não tratado adequadamente.

É por isso mesmo que uma clínica de recuperação para mulheres deve ter uma equipe que seja especializada no tratamento feminino, de modo que seja possível tratar as pacientes adequadamente e aumentar a qualidade de vida delas.

Em um local apenas com mulheres, as pacientes se sentirão menos envergonhadas para falarem abertamente a respeito do vício que possuem, o que é muito positivo para o tratamento.

Além disso, com outras mulheres elas vão sentir-se bem menos solitárias, o que irá ajudar bastante na recuperação delas durante o período de internação.

Como funciona o tratamento em uma clínica especializada em mulheres

O tratamento será realizado de acordo com as características individuais de cada paciente, que deverão ser analisadas pela equipe multidisciplinar que irá atendê-la na sua chegada até a clínica.

Para que seja possível definir qual o melhor tratamento, é preciso considerar diversos fatores do histórico da paciente, como:

A partir daí, a equipe poderá ter as informações necessárias para avaliar o tipo e o tempo de tratamento de cada mulher.

Conclusão

Como você viu aqui, é importante conhecer o tratamento feminino de dependentes químicas em clínicas de recuperação especializadas.

As mulheres possuem peculiaridades quando o assunto é o consumo de substâncias químicas e a dependência que é gerada por elas, que pode acarretar no desenvolvimento de diversas doenças físicas e psicológicas.

Aqui foi mostrado a você exatamente como funciona um tratamento para mulheres em uma clínica de recuperação e a importância dele para os resultados positivos.

Compare listings

Comparar