Telefone:

(11) 97333-2909 | (011) 4024-2951

Emergência

24 horas

Agendar

Agende um Atendimento Aqui

Emergência

24 horas

Agendar

Agende um Atendimento Aqui

O que é o alcoolismo?

O que é o alcoolismo?O alcoolismo é o consumo excessivo e descontrolado do álcool.

Trata-se de um estado onde a pessoa se torna dependente.

O alcoolismo é considerado uma doença, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) e além disso, também causa grandes problemas sociais.

No Brasil, são mais de 4 milhões de alcoólatras, o que equivale a aproximadamente 3% da população.

Em alguns países, o alcoolismo atinge quase 10% da população, como acontece em boa parte de países da Europa como Lituânia, Bielorrússia, Moldávia, República Tcheca, só para citar alguns.

Em média, o mundo consome 6,2 litros de álcool puro por pessoa, anualmente. O Brasil está um pouco acima da média com 8,7. Já nos países que estão entre os maiores consumidores de álcool do mundo, a média chega a 14 litros por pessoa anualmente.

O abuso do álcool é prejudicial tanto para o próprio indivíduo que consome, quanto para os familiares e amigos, pois em muitos casos, a pessoa alcoólatra se torna agressiva e, em situações extremas, pode até cometer crimes graves como homicídio, por exemplo.

Quando surgiu o alcoolismo?

O consumo de bebidas alcoólicas é uma prática bem antiga que já ocorria muito antes dos tempos bíblicos, onde a sua produção era artesanal e basicamente feita através de fermentação, como era o caso do vinho e alguns tipos de cervejas.

Após a revolução industrial inglesa, a bebida alcoólica passou a ser produzida industrialmente e não mais artesanalmente, portanto em quantidades bem maiores, o que tornou seu custo mais barato e, consequentemente alcançando um público bem maior.

Com estes acontecimentos, não apenas mais pessoas começaram a consumir bebidas alcoólicas, mas também consumir em maior quantidade, daí então começavam a aparecer os primeiros casos de alcoolismo diagnosticados oficialmente.

Por que as pessoas se tornam alcoólatras?

Além da facilidade de se adquirir bebidas alcoólicas, muitos acabam tornando-se dependentes do álcool por questões culturais e sociais.

Entre os jovens, é comum reunirem-se em festas ou outros lugares onde há muito bebida alcoólica, onde aquele que não bebe, acaba sendo de certa forma hostilizado ou ridicularizado pelos demais. Neste caso, muitos jovens acabam cedendo à pressão dos amigos e começam a consumir álcool.

Em outros casos, a própria pessoa se sente “obrigada” a consumir bebidas alcoólicas para não se sentir deslocada do grupo de amigos, mesmo que estes não façam questão que ela beba.

Problemas pessoais como traumas, desilusões amorosas, desemprego, falta de dinheiro, conflitos em família, perdas de entes queridos, enfim, qualquer outro tipo de problema que alguém possa enfrentar pode levar ao consumo exagerado de álcool e consequentemente ao alcoolismo.

Como reconhecer um alcoólatra?

Ressaltando que nem sempre uma pessoa que consome muito álcool é considerada alcoólatra.

O que difere um alcoólatra de qualquer outro tipo de consumidor de álcool é justamente o descontrole do consumo e a dependência.

Um alcoólatra não consegue ficar muito tempo sem ingerir álcool.

E não se trata apenas de uma questão psicológica, mas também física, onde seu organismo sente falta da substância.

BLOG

Dicas e Informações para o tratamento do alcoolismo

ENTRE EM CONTATO COM A CLÍNICA

Se você ou familiar está enfrentando problemas com dependência química, entre em contato com nossa equipe, estaremos prontos para te ajudar.
WhatsApp chat