Telefone:

(011) 97333-2909 | (011) 99006-4900

Emergência

24 horas

Agendar

Agende um Atendimento Aqui

Emergência

24 horas

Agendar

Agende um Atendimento Aqui

Como funciona um programa de prevenção de recaída?

É muito comum se ouvir falar sobre as clínicas de internação para tratamento de pessoas com dependência química em álcool, também conhecida como alcoolismo.

Mas você sabia que também é de suma importância o programa de prevenção de recaída?

De pouco adianta se a pessoa tratada em uma clínica especializada não tiver um acompanhamento constante para evitar que ela venha a recair ao vício anterior.

E como exatamente funciona um programa desse tipo?

Se você deseja saber tudo sobre o funcionamento de um programa de prevenção de recaída, então esse artigo lhe será bastante útil.

Você poderá ver, a partir das informações repassadas aqui, como é importante um trabalho desse tipo para evitar recaídas por conta dos chamados “gatilhos emocionais”.

Portanto, para saber tudo sobre esse assunto, não deixe de acompanhar esse texto até o final!

 

Programa de prevenção de recaída: Conheça como funciona!

Prevenção contra recaída no álcool

Qualquer pessoa que sofra com um vício, como aquele pelo álcool, que atinge 10% da população mundial, precisa passar por um tratamento para combate-lo.

A grande questão, entretanto, é que muitas vezes, mesmo após ter passado por um tratamento contra o vício na substância, o paciente pode vir a apresentar recaídas.

Sendo assim, a prevenção contra recaídas torna-se de suma importância, pois visa cuidar do paciente para que ele não venha a sofrer com fatores, emocionais/psicológicos e sociais, que possam desencadear a volta ao vício.

Esses fatores podem ser chamados de gatilhos emocionais e são um grande risco para a maior parte dos pacientes que já sofreram com um vício em uma substância.

 

Gatilhos emocionais que podem provocar a recaída

Quando fala-se em recaída, nos referimos a situações que são muito anteriores ao ato do consumo da substância na qual se tem o vício.

A recaída de um paciente tratado contra o alcoolismo, por exemplo, começa quando o mesmo é exposto a situações específicas que podem vir a gerar uma necessidade do consumo do álcool.

Em geral, esse consumo tem o intuito de vir a reprimir as emoções sentidas por aquele indivíduo, ocasionado por esse “gatilho emocional” em questão.

Há diversos gatilhos ou situações que podem vir a provocar a recaída do paciente, como:

 

  • Problemas domésticos, como brigas familiares ou situação econômica delicada

 

  • Proximidade com pessoas sob efeito da substância, no caso o álcool

 

  • Situações traumáticas, como fim de um relacionamento ou mesmo a descoberta de uma doença grave

 

  • Problemas e/ou doenças emocionais/psicológicas, como a depressão

 

  • Pressão social ou mesmo no trabalho

 

  • Pessoas próximas, como amigos ou familiares, oferecendo bebidas alcoólicas

 

Assim, o programa de prevenção de recaída tem, justamente, o objetivo de oferecer suporte para que esse tipo de situação não venha a ocorrer.

 

Como funciona um programa de prevenção de recaída?

Um programa de prevenção de recaída nas drogas deve funcionar baseado em um plano, composto por passos básicos que irão auxiliar o enfrentamento da situação.

O desejo pelo álcool, substância responsável pelo vício, é algo que precisará ser combatido, pelo resto da vida, pelo ex-alcoólatra.

Assim, o programa de prevenção de recaída tem o intuito de ter estratégias que ajudem o indivíduo a compreender a própria dependência, que mesmo após o fim da utilização da substância, ele ainda possui.

O primeiro passo é que a pessoa exposta ao programa possa compreender o problema que possui e, mais do que isso, entender a raiz do mesmo.

É preciso que fique claro que um vício, em álcool ou em qualquer outra substância, não está relacionado com a personalidade de uma pessoa, mas que qualquer um pode vir a enfrenta-lo.

Além disso, é preciso compreender se o vício não diz respeito a algum transtorno da mente, como depressão ou ansiedade, de modo que o paciente está tentando não sentir mais as emoções decorrentes dele.

O programa de prevenção de recaída, portanto, deve primeiramente abordar ao paciente que consumir essa substância não é a resposta para esse problema.

 

Reflexão a respeito do ambiente ao redor: Novos lugares, novas companhias, nova vida

Outro fator importante do programa de prevenção de recaída é que o indivíduo possa, durante e após o tratamento, refletir sobre o ambiente ao redor dele.

Isso significa pensar melhor a respeito dos lugares ou ambientes que frequenta ou frequentava, bem como das companhias ao redor dele.

Nem sempre vale a pena manter certas pessoas por perto, pois elas podem gerar gatilhos emocionais para a volta do vício em álcool.

Assim, em um programa desse tipo, o indivíduo deve ser recomendado a:

 

  • Fazer atividades físicas constantes
  • Cortar qualquer tipo de relação com pessoas com quem mantinha o vício anteriormente
  • Não andar mais em locais em que o mesmo possa ser incentivado a continuar fazendo uso da substância
  • Ter uma rotina com ocupações, de modo que não haja a necessidade de se utilizar algum tipo de substância

 

Apoio de amigos e familiares é importante

Por último, em um programa de prevenção de recaída, é importante que o mesmo venha a ter uma rede de suporte para todo o momento.

Essa rede pode ser composta pelo apoio de amigos e familiares, evitando aquelas pessoas relacionadas com o vício que o paciente mantinha.

Nem sempre a ressocialização, principalmente, é fácil para o paciente e, portanto, ele precisa contar com todo o suporte disponível das pessoas amadas.

 

Conclusão

Como você viu, ter sucesso em um programa de reabilitação não significa que o paciente esteja imune a vir a sofrer com recaídas acerca da substância em que mantinha o vício.

Assim, ele está constantemente sob o risco de vir a ter problemas de recaída quando sofre com gatilhos emocionais, que podem ir desde problemas em casa até estar em um local onde fazia uso do álcool.

Neste texto, portanto, nosso objetivo foi mostrar a você como funciona, de um modo geral, um programa de prevenção de recaída, que qualquer pessoa que sofreu com alcoolismo precisa contar.

Desse modo, ela poderá evitar o risco de vir a sofrer, futuramente, com a recaída para um péssimo vício que irá trazer, novamente, problemas à vida dela.

Gostou do artigo de hoje sobre como funciona um programa de prevenção de recaída?

Se você ficou com alguma dúvida sobre esse assunto, escreva-a abaixo nos comentários para que eu possa ajudá-lo.