Tratamento Alcoolismo

Alcoolismo e saúde bucal: saiba os impactos do vício

Assim como qualquer substância viciante, o consumo de bebidas alcoólicas não é diferente e apresenta riscos. Muitos casos de pessoas que se perderam por conta do consumo excessivo de álcool são expostos diariamente. Além dos problemas psicológicos e físicos que ele pode causar, o alcoolismo e saúde bucal também têm uma relação intensa.

Nesse artigo, abordaremos a relação entre o alcoolismo e a saúde bucal, demonstrando como ele pode afetar a saúde das pessoas que possuem esse vício.

O que é o alcoolismo?

Inicialmente, é preciso apresentar para você o que é exatamente o alcoolismo e como ele afeta a saúde de modo geral.

Para que as pessoas cheguem ao ponto de virarem alcoólatras, elas precisam ter uma dependência total do consumo de bebidas alcoólicas. E, esse é um fato que afeta grande parte da população, inclusive no Brasil.

Quando as pessoas chegam nesse ponto, elas fazem de tudo para consumir qualquer tipo de bebida alcoólica que encontrem. Na maioria dos casos, buscam, inclusive, por bebidas mais fortes, pois possuem um efeito mais rápido.

Por ser uma substância viciante, ela afeta diretamente o psicológico e o físico. A dependência faz com que as pessoas só pensem em buscar formas para consumir essas bebidas.

Além disso, é comprovado que, em excesso, as bebidas alcoólicas alteram o comportamento dos consumidores, podendo tornar essas pessoas estressadas e violentas.

O físico também é alterado. As bebidas alcoólicas possuem bastante açúcar, fazendo com que certas partes do corpo “inchem”, inclusive a barriga.

Por fim, o álcool afeta diretamente o fígado. Quando ele prejudica totalmente esse órgão, os usuários mais assíduos podem ter sérios problemas, levando, inclusive, ao falecimento por doenças relacionadas, como a cirrose.

Álcool e saúde bucal

Além de afetar o condicionamento psicológico e físico dos usuários, o álcool interfere também na saúde bucal, justamente pela composição e pelos hábitos que estão atrelados ao consumo excessivo.

É natural que as pessoas viciadas em bebidas alcoólicas se descuidem dos cuidados necessários com a higiene bucal, prejudicando a estrutura dos dentes, gengiva e da boca.

A coloração dos dentes, por exemplo, é algo que se modifica. Por conta da falta de higiene e propriamente das substâncias presentes nas bebidas alcoólicas, os dentes ficam amarelos, sendo necessário a prática de clareamento dental para retomar a coloração original.

Quando esse problema altera também a estrutura dos dentes, danificando totalmente a arcada dentária, é necessário outros tipos de tratamentos para recuperar as condições ideais.

Você muito provavelmente conhece ou já conheceu alguém que utiliza alguns instrumentos para tratamentos de recuperação da estrutura dos dentes, como um aparelho invisivel ou mesmo implantes e restaurações.

Caso o usuário chegue ao ponto da estrutura estar bastante danificada, esses e outros tratamentos são necessários para recuperar a condição ideal.

No caso do aparelho, é mais destinado à correção da mordida e posicionamento dos dentes. Contudo, os demais tratamentos podem ser necessários em situações diversas, como quebras advindas da erosão/acidez do álcool.

Em casos mais graves, em que o consumo excessivo de bebidas alcoólicas causou danos severos aos dentes e eles caíram, existem também outros tratamentos para restabelecer a

dentição – mas cabe ressaltar que não há como recuperar os dentes originais.

O mais comum e recomendado é o uso de implante dentário, que são estruturas metálicas que permitem o posicionamento de próteses dentárias para compor o sorriso.

Importância do acompanhamento

As pessoas que estão nessa condição de vícios em bebidas alcoólicas precisam procurar por tratamentos e acompanhamentos em diversos quesitos, tanto para tratar do próprio vício, como para tratar a saúde física, psicológica e bucal.

Em relação à saúde bucal, que pode ser severamente prejudicada pelos hábitos viciantes do consumo excessivo de bebidas alcoólicas, o acompanhamento com dentistas deve ser feito com frequência. Com isso, elas podem ter auxílio em diversos quesitos, tais como:

  • Limpeza dos dentes;

  • Tratamentos dentários;

  • Evitar doenças da boca;

  • Melhorar a qualidade da saúde bucal;

  • Adequar rotinas para equilibrar a mucosa bucal.

Um dentista especialista também pode auxiliar na procura de procedimentos padrões ou recuperação da imagem após os demais tratamentos, como indicar quanto custa um clareamento dental.

Como esses especialistas trabalham com esses procedimentos estéticos, eles mesmos podem acabar indicando e executando os tratamentos.

Por fim, o acompanhamento regular com especialistas, seja em clínicas particulares ou em consultórios especializados, podem fazer com que os usuários de bebidas alcoólicas recebam tratamentos de recuperação mais modernos e tecnológicos.

O uso de lente de contato dental, por exemplo, é um tratamento muito interessante e moderno e que ajuda no aspecto geral da dentição.

Esse é um objeto que pode ser utilizado para tratar um ou mais dentes da boca, promovendo o alinhamento, ajuste de tamanho e largura, bem como pode harmonizar a coloração dental, tendo resultados positivos e promissores.

Dessa maneira, um dentista sabe exatamente quais são as ideias que precisam ser postas em práticas para melhorar a saúde bucal dos pacientes contribuindo para a melhora após o vício.

Contudo, cabe ressaltar nesse ponto a importância de um acompanhamento multiprofissional, considerando grupos de apoio, terapeutas, clínicos gerais e dentistas para acompanhar a saúde e identificar possíveis ofensores originados pelo álcool.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe da Vue Odonto, uma rede especializada em atendimento odontológico com enfoque na humanização.

Grupo Braços Abertos

Postagens recentes

A importância do convênio odontológico no tratamento contra o alcoolismo

Problemas com álcool desencadeiam uma série de problemas no organismo, dentre eles com a saúde…

% dias atrás