Telefone:

(011) 99006-4900| (011) 4024-2951

Emergência

24 horas

Agendar

Agende um Atendimento Aqui

Emergência

24 horas

Agendar

Agende um Atendimento Aqui

5 Curiosidades Sobre O Alcoolismo

O simples consumo do álcool deve ser compreendido como algo completamente diferente do alcoolismo que se caracteriza por ser uma doença crônica e, principalmente, pela existência de um impulso quase que desmedido com a intenção de ingerir bebida alcoólica, além da própria dependência. Muitos alcoolistas acabam desenvolvendo uma grande tolerância ao álcool e isso acontece por causa da quantidade e da frequência de ingestão. Apesar disso, é importante destacar que o diagnóstico dessa doença não depende, necessariamente, da quantidade de bebida alcoólica consumida, mas essencialmente do controle em consumi-la. Diante disso, separamos 5 curiosidades sobre o alcoolismo. Vamos conhece-las?

1 – No Brasil, o público alcoolista masculino é superior ao feminino

Estudos indicam que o público masculino de alcoolista é consideravelmente maior que o feminino. Isso, porque os homens representam 70% do total de pessoas que possuem essa doença.

2 – Reconhecer a doença é importante para trata-la

O primeiro grande passo para iniciar o tratamento da doença é o indivíduo reconhecer que é alcoolista e, a partir desse reconhecimento, querer mudar a situação. Depois disso, a própria família e/ou o dependente precisam procurar um profissional apto a avaliar as alternativas de tratamento e apresenta-las.

3 – O tratamento é diferente para cada pessoa

Esse tratamento pode envolver a desintoxicação ou mesmo a ingestão de remédios que ajudam no controle e amenizam o desejo de beber. De qualquer modo, é sempre recomendado que o tratamento para esse tipo de situação aconteça em clínicas para tratamento de alcoolistas, pois são locais capazes de promover o tratamento que o paciente necessita para buscar sua plena recuperação e, com isso, resgatar sua autoconfiança e sua própria vida.

4 – É preciso conhecer os sintomas para identifica-los

Os principais sinais e sintomas para identificar a dependência desse tipo de substância são falta de controle sobre o consumo, relevante tolerância e manifestações periódicas de síndrome de abstinência. No caso da abstinência, a pessoa vivencia alguns sintomas específicos quando interrompe o consumo do álcool, dentre eles estão os tremores nos lábios e extremidades, tais como pés e mãos, além de náuseas, vômitos, irritação e ansiedade, tanto que podem evoluir para convulsões e estados críticos de confusão mental, inclusive com episódios caracterizados por falta de orientação e alucinações.

5 – O consumo do álcool representa um grande fator de risco

Assim como o tabagismo, o álcool se apresenta como um dos principais fatores de risco para o surgimento de várias doenças. Isso, porque, o consumo de álcool por tempo prolongado, desencadeia um processo tóxico que pode acometer diversos órgãos. Dessa forma, o uso frequente pode ser responsável por danos ao sistema nervoso, causando demência, diminuição da sensibilidade e da força muscular nos membros inferiores. Além disso, esse consumo pode ocasionar doenças no estômago, tais como gastrites e úlceras; além de estimular processos inflamatórios no fígado, favorecendo o desenvolvimento de hepatites e a própria cirrose. Os danos não param por aí. No pâncreas, a pancreatite é a principal doença ocasionada pela ingestão imoderada do álcool e no sistema circulatório, as miocardites e a pressão alta são os problemas mais comuns associados.

Dúvidas? Entre em contato conosco.